Quem é Iansã de balé na Umbanda?

Lendas – Oyá Ygbal é/ Iansã do Balé Iansã é a dona dos ventos e tempestades, em sua essência é a senhora dos movimentos, das ações. Uma guerreira incansável que é inconstante e rápida, não espera nada vir para sua mão, tem gosto de ir buscar seja o que for, aonde quer que esteja.

Como são os filhos de Iansã de balé?

São instáveis

Um mar de instabilidade! Assim também são seus filhos: ora doces e amáveis, ora agitados, ciumentos, autoritários e inquietos. Ora apaixonados, depois irritáveis e vingativos. Apaixonantes, sedutores e carismáticos, mas também impacientes e inconstantes.

O que significa Oyá balé?

Oiá Ibalé (em iorubá: Oyá Igbalé) ou Iansã do Balé são títulos da Oiá Mensã Orum, Mãe dos nove céus ou dos nove Planetas. É saudada com Iá Mensã Orum e Èpa heyi!. É a orixá ligada ao rio Níger, dos ventos e das tempestades.

Qual o outro nome de Iansã?

Iansã também é largamente conhecida como Oiá, nome que deriva de um rio que corre na região da Nigéria e denominado Odó Oiá. Oiá é aquela que transporta os humanos após a morte. Ela recebeu essa função de seu amigo Obaluaê, senhor da terra, da morte e da cura.

Qual a cor de Iansã de balé?

Cores: Branco e coral.

Quantos tipos de Iansã existem?

Ao total são quase 30 tipos de Iansã, seguem algumas delas aqui:

  • Abomi ou Bomin: relacionada a Xangô e Oxum;
  • Afefe: comanda os ventos;
  • Gbale ou Igbalé ou Balé: tem domínio sobre os mortos;
  • Maganbelle ou Agangbele: mostra a dificuldade quanto à geração de filhos;

Quem Iansã protege?

Na umbanda, Iansã protege e livra os fiéis de todos os tipos de ataques, sejam de origem física, espiritual ou mental. Com uma história tão inspiradora, a Santa/Orixá tem os seus devotos no Brasil, entre eles Maria Bethânia. A cantora possui até mesmo uma música dedicada à Iansã, chamada 'Senhora do Raio e do Vento'.

O que é Bale no candomblé?

1 No candomblé e em alguns terreiros de umbanda, local, fora do templo, onde as almas dos mortos repousam antes de partir para o mundo espiritual; casa do balé das almas. 2 Para os seguidores de tais religiões, o plano espiritual onde habitam as almas.

Qual é o animal de Iansã?

Búfalo

Búfalo – representa a força e audácia tem a proteção da Guerreira Yansã.

O que é o balé na Umbanda?

1 No candomblé e em alguns terreiros de umbanda, local, fora do templo, onde as almas dos mortos repousam antes de partir para o mundo espiritual; casa do balé das almas. 2 Para os seguidores de tais religiões, o plano espiritual onde habitam as almas. ETIMOLOGIA ior igbale.

Quais são os 9 tipos de Iansã?

Mais tipos de Iansã – Oyá: Akaran, Tiodô, Leié, Oniacará, Arira,Bagbure, Bamila, Gunán, Kedimolu, Kodun, Luo eró ossaim, Onisoni, Sinsirá, Sire, Yapopo, Petu, Biniká, Filiaba, Bagan, Seno.

Qual bicho representa Iansã?

Búfalo

Búfalo – representa a força e audácia tem a proteção da Guerreira Yansã.

O que os filhos de Iansã não pode comer?

Um filho de santo cabeça de Iansã como aquele ligado ao odu Ossá, um odu relacionado com o caminho de Iansã, não deve comer carne de carneiro (Genivaldo de Omolu)" (BASSI, 2012, p. 191).

O que se leva no Bori?

Bori: da fusão bó, que em ioruba significa oferenda, com ori, que quer dizer cabeça, literalmente traduzido significa “Oferenda à Cabeça”. A ação consiste em oferecer comidas sacrificais a cabeça de doze performance, sendo estes representações vocativas e iconográficas dos doze principais orixás do candomblé.

O que leva em um Bori?

Omi (água) e obi (semente africana), por exemplo, são elementos indispensáveis no Bori. Bori é um ritual da religião tradicional iorubá e consequentemente das suas afrodescendentes, como o candomblé, e principalmente os da candomblé Queto. É um rito elaborado a quem se propõe a ingressar na religião dos orixás.

Qual o número da sorte de Iansã?

Seus números para sorte: 6 e 12. Yansã é a guerreira dona dos ventos e raios. Rege a sedução, paixão e também os espíritos dos mortos.

Quem é de Iansã não pode comer?

Um filho de santo cabeça de Iansã como aquele ligado ao odu Ossá, um odu relacionado com o caminho de Iansã, não deve comer carne de carneiro (Genivaldo de Omolu)" (BASSI, 2012, p. 191).

Por que a bailarina abre e fecha os braços quando está rodopiando?

Um movimento bastante característico que uma bailarina realiza quando está rodopiando é a abertura e o fechamento dos braços, o que permite que ela controle a velocidade angular do seu corpo, aumentando e diminuindo o atrito com o ar; assim, a velocidade angular aumenta com o fechamento dos braços.

By admin