Giselle: A Amante do Inquisidor / Mônica de Castro / Pelo Espírito Leonel / 384 Páginas / Editora Vida & Consciência / ☆☆☆☆☆

SkoobGoodreads

Oooieee!

Algum tempo atrás me indicaram lá no Instagram o livro Giselle da Mônica de Castro em parceria com o espírito Leonel. E, enfim, peguei pra ler.

Bora conferir todos os detalhes na resenha.

(Clique aqui para conhecer o conteúdo exclusivo no Instagram)

RESUMO:

Na Espanha do século 15, Giselle torna-se amante do inquisidor Esteban e passa a seduzir pessoas para entregá-las ao Tribunal do Santo Ofício e, assim, enriquecer. De repente, encontra um homem que a desperta para um grande amor, inspirando-a a mudar de vida. Haverá tempo para Giselle mudar ou será tarde demais?

A obra é um romance antigo que se passa nos tempos da Inquisição na Espanha e tem Giselle como protagonista.

Muito cedo ela se tornou orfã dos pais e depois de um tempo passou a ser cuidada pelo inquisidor Esteban Navarro. Não demorou muito para se tornarem amantes e Giselle começar a trabalhar para ele descobrindo quem iria morrer ou não.

Ian (o pai de Giselle) fazia feitiços e poções de bruxaria para o bem. Ensinou a filha e a mesma levou esses ensinamentos para o negativo. Giselle se aproveitou disso e faz trabalhos para praticamente tudo desde ajudar a Inquisição até abortar quando engravidava.

Tudo ia bem até a moça se apaixonar por Ramon, um rapaz falido, noivo de Lucena (filha de Dom Fernão e um dos amantes de Giselle graças a Inquisição) e que a faz perder a virgindade antes do casamento. Ele termina com ela e vai viver um romance apaixonado com Giselle.

A partir de então Lucena não se conforma com a perda do amado e também a morte de seu pai e começa a planejar a sua vingança junto com o outro inquisidor Miguez.

Mesmo sendo protegida por Navarro, Giselle acaba presa por bruxaria e começa a vivenciar com a situação que tanto participou diretamente e nunca se preocupou. Mimada, vaidosa, sexual e intolerante se vê indefesa e começar a colher aquilo que tanto plantou.

Em meio a esse enredo principal também acompanhamos as hipocrisias das pessoas da Igreja na época, o quanto se consideravam deuses por pouca coisa, as paixões terrenas e enraizadas, o incesto de irmãos, a ganância e as manipulações.

A parte espiritual do bem fica por conta de Ian. Inconformado pelas atitudes da filha, tenta a todo custa ajudá-la a abrir os olhos. Depois é Ian que mostra ao leitor aqueles personagens no passado e todos os ocorridos na época para chegarem até aquele ponto.

O texto é de fácil entendimento a todos e a leitura é mega fluida e envolvente. Pesada em algumas partes, porém, extremamente necessárias. Mônica, mais uma vez, arrasando como sempre.

Onde Achar:

Disponível somente em formato físico:

(Blog ganha comissão por venda)

Já leu Giselle – A Amante do Inquisidor? Me conta a sua experiência literária nos comentários.

Qualquer dúvida ou sugestão é só escrever nos comentários ou enviar um e-mail para [email protected]

Beijos!

---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.