Zibia Gasparetto / Pelo Espírito Lucius / 343 Páginas / Editora Vida & Consciência / ☆☆☆☆☆

SkoobGoodreads

Oooieeee!

Chegamos ao 8º livro escrito por Zibia Gasparetto e o 7º em parceria com o espírito Lucius: Esmeralda.

De longe é a obra da autora que mais comentaram comigo e perguntaram se já tinha lido. Por causa disso, estava com altas expectativas.

Bora ver todos os detalhes na resenha!

(Clique aqui para conhecer o conteúdo exclusivo no Instagram)

RESUMO:

Esmeralda é uma bela cigana, que apesar de despertar muitas paixões, não se prendia a ninguém. Um dia, porém, Esmeralda encontrou um amor que arrastou consigo o seu destino. A vaidade tem um preço que o orgulho cigano sempre paga. E todas nós, mulheres, temos um pouco de Esmeralda. 

O livro é um romance antigo, se passa na Espanha e tem como protagonistas a cigana Esmeralda e o fidalgo Carlos.

Com personalidades distintas, Carlos se apaixona perdidamente por Esmeralda e por algum tempo convive com ela no acampamento cigano.

Ela queria do jeito dela e ele do dele. Ela queria viver livremente e ele queria levá-la para o castelo e viver no bem bom. A única situação em comum: A possessividade.

Por causa da sua família, Carlos volta a Valença e acaba se tornando braço direito do seu pai.

Em paralelo a isso, temos a ganância, a vaidade, a utilização da religião para manipulação das pessoas e desejos próprios, agressividade e o desrespeito pelas mulheres, que naquela época, era tão comum.

Em detrimento de todos os fatos acima, acontecem várias mortes ao mesmo tempo no castelo da família de Carlos. E por anos ficam presos lá. Literalmente.

O tempo passa e cada vez mais fascinado pela sua vida e a confiança depositada em si, Carlos vai esquecendo de Esmeralda e se casa com Maria, com quem tem dois filhos.

Até que os fatos que estavam por baixo do tapete voltam e é necessário liberar os mortos. Com isso, os fidalgos contam com a ajuda dos ciganos. E, então, começam a acontecer vários plot twists de se ficar zonza.

A parte espiritual fica por conta do cigano Miro. É ele também que faz o ponto centrado em meio a tanta possessividade, egocentrismo e vaidade.

Somente no final nos é mostrado os motivos de todos esses reencontros com duas culturas totalmente distintas.

A leitura em si é simples e super envolvente. O texto é de fácil compreensão a todos.

Eu gostei da obra e entendi porque a maioria é encantado pelo livro. Só fiquei esperando um desfecho digno para Leonor. Me pareceu que essa parte da história foi esquecida e quando se lembraram, colocaram um resumo de qualquer jeito.

Próxima Parada: 12 de Julho com O Mundo Em Que Eu Vivo.

Onde Achar:

Disponível em formato físico e e-book

(Você recebe desconto e o blog ganha comissão por venda)

Já leu Esmeralda? Me conta a sua experiência de leitura nos comentários.

Qualquer dúvida ou sugestão é só escrever nos comentários ou enviar um e-mail para [email protected]

Beijos!

---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.