Não estamos saindo em defesa desse ou daquele médium – muito menos deste nosso amigo aqui, que aprendemos a ter em alta estima e consideração.

Ele sabe se defender por si mesmo.

 

Mas, realmente, na gleba mediúnica, vem crescendo muito joio, que contém, em sua genética, o DNA do trigo – não sei que “mutação” os acometeu, ou vem acometendo, à determinada altura de seu desabrochar.

 

Sinceramente, não sei que espécie de “alucinação” ataca a cabeça de tantos médiuns promissores para que, de repente, eles passem a se sentir, inclusive, maiores que Chico Xavier – mais capacitados, mediúnicamente, que o maior fenômeno mediúnico de todos os tempos, à exceção, claro, de Jesus Cristo, que era Médium de Deus.

 

Creio que cada médium, no exercício de faculdade mediúnica qualquer, deveria ter a preocupação de se colocar em seu próprio lugar, ou seja: na mediocridade espiritual de que todos eles são portadores – todos!

 

Humaníssimos que são, deveriam deixar de criar a expectativa que tão somente os deuses da mitologia grega criavam naqueles que neles acreditavam – e, por eles, procriavam! Impressionante como esses deuses reproduziam entre si, e, não contidos em seu erotismo, sequer poupavam os pobres mortais…

✉ Fique Atualizado!



Rádio On-line Vivência Espírita

Convém que os médiuns, notadamente os de psicografia, de cura e de “vidência”, procurassem ficar menos em evidência – menos, menos! –, e deixassem de rebolar feito a vedetes no palco, e parassem com essa tolice de que estão no cumprimento de um mandato – até onde sei o único médium com real mandato entre os homens foi Chico, que se dizia ser uma formiguinha, das menores, que andava pela Terra cumprindo com a sua obrigação.

 

Ora, meus amigos, vocês estão dando muito crédito aos médiuns, consequentemente, os sobrecarregando – eles não conta do recado, não! Honestamente, não! E tem mais: atualmente, aqui da Vida Maior, não conhecemos nenhum médium encarnado capacitado a se submeter à perícia de natureza científica para a comprovação inequívoca da imortalidade – e nem pesquisador habilitado para tanto, dado à sutileza com o fenômeno de ordem intelectual, não raro, se processa.

 

Vocês querem a comprovação inequívoca da imortalidade da alma?! Estudem a Doutrina, pois, quem se dispuser a estudá-la com afinco, sequer necessitará de enxergar espíritos, inclusive o seu, para saber que eles, ou que nós existimos. Não há saída filosófica para a compreensão da Vida que não seja a que, através da Fé Raciocinada, o Espiritismo nos oferece – sem a Reencarnação, a Vida, no Universo inteiro, passa a ser um “acidente” que melhor fora – muito melhor – não tivesse acontecido.

 

Então, os nossos irmãos médiuns precisam parar de ser bajulados, e de aceitarem bajulação – e, sobretudo, ostensivamente, ou em surdina, de se colocarem uns contra os outros, como se estivessem disputando prestígio, quando, em verdade, agindo assim, estão apenas disputando um lugar um pouco mais sujo no lamaçal!

 

Tem muito médium que, ao lado do tratamento espiritual que lhes enseja o trabalho no Bem, necessita de um tratamento psiquiátrico, mas com um psiquiatra que também esteja aceitando tratamento, como eu estou, e muito espírita, com título acadêmico ou não, com urgência, também precisava aceitar.

 

Então, é isso.

 

INÁCIO FERREIRA

 

Uberaba – MG, 13 de outubro de 2019.

Fonte: http://inacioferreira-baccelli.blogspot.com/2019/10/entao-e-isso-nao-estamos-saindo-em.html

Antonio Nazareno Favarin Dr. Inácio Ferreira
Blog do Dr. Inácio Ferreria mantido pelo medium Carlos A. Baccelli
Site Oficial: Mediunidade na Internet
---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.