BLOG DR INACIO FERREIRA

XXXV – REFLEXÕES SOBRE O LIVRO “LIBERTAÇÃO” – ANDRÉ LUIZ/CHICO XAVIER POR DR. INÁCIO FERREIRA

O tema dos “ovóides”, que alguns espíritas relutam em aceitar, contestando a autoridade espiritual de André Luiz, e, porque não dizer, a idoneidade mediúnica de Chico Xavier, levou o autor de “Libertação” a efetuar questionamentos diversos a Gúbio.

 

André estava assustado, observando, através da grade da janela do aposento em que se encontrava com os amigos, que várias entidades “transportavam” essas “esferas vivas”, “como que imantadas às irradiações que lhes eram próprias”. Com certeza, André, para observá-las, estaria se servindo de sua clarividência espiritual, de vez que seria ilógico, irracional mesmo, que aqueles espíritos estivessem “andando” pela cidade arrastando “ovóides” materializados – presos à sua cabeça, aos seus ombros, enfim, ao seu corpo… Os “ovóides”, que haviam “perdido” o corpo espiritual grosseiro, assim se apresentavam transfigurados em corpo espiritual mais etéreo – sem significar, evidentemente, que pudessem estar num patamar evolutivo de ordem superior… Eles haviam “regredido” à sua condição de “mônada” – de “mônada” que, ainda em “Evolução em Dois Mundos”, André Luiz afirma  que “através do nascimento e morte da forma, sofre constantes modificações nos dois planos em que se manifesta…” (destacamos)

 

Repetimos: nascimento e morte nos dois planos, deixando evidente, uma vez mais, a questão da Reencarnação no Mundo Espiritual, cuja tese, até o presente momento, não houve quem pudesse rebater com argumentos lógicos e racionais.

✉ Fique Atualizado!



Rádio On-line Vivência Espírita

A tese da Reencarnação no Mundo Espiritual, que sustentamos, tem sido simplesmente tratada com ignorância e ironia, porquanto a sua fonte espiritual e mediúnica não é do agrado de tais confrades e confreiras, que, em vez de defenderem a Verdade, defendem seus interesses pessoais, que vão se tornando cada vez mais claros, envolvendo questões ligadas ao poder e ao dinheiro.

 

O assunto dos “ovóides” possibilitou, ainda, que Gúbio e André Luiz enfocassem outra questão: a SEGUNDA MORTE.

 

Transcrevemos abaixo pequeno trecho:

 

– André – respondeu ele, circunspecto, evidenciando a gravidade do assunto –, compreendo-te o espanto. Vê-se, de pronto, que és novo em serviços de auxílio. Já ouviste falar, de certo, numa “segunda morte”…

 

– Sim – acentuei –, tenho acompanhado vários amigos à tarefa reencarnacionista, quando, atraídos por imperativos de evolução e redenção, tornam ao corpo de carne. De outras vezes, raras, aliás, tive notícias de amigos que perderam o veículo perispiritual (1), conquistando planos mais altos. A esses missionários, distinguidos por elevados títulos na vida superior, não me foi possível seguir de perto.

 

(1) O perispírito, mais tarde, será objeto de mais amplos estudos das escolas espiritistas cristãs. – Nota do Autor espiritual.

 

 “Mais tarde”, quando?! Se o livro “Libertação” está a completar, em 2019, neste mês de fevereiro, 70 anos de sua publicação, e, até agora, ninguém se dispôs a estudar o assunto com o interesse devido?!…

 

INÁCIO FERREIRA

 

Uberaba – MG, 18 de fevereiro de 2019.

 

Fonte: http://inacioferreira-baccelli.blogspot.com/2019/02/xxxv-reflexoessobre-o-livro-libertacao.html

Antonio Nazareno FavarinDr. Inácio Ferreira
Blog do Dr. Inácio Ferreria mantido pelo medium Carlos A. Baccelli
Site Oficial: Mediunidade na Internet

---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------