BLOG DR INACIO FERREIRA

XVII – REFLEXÕES SOBRE O LIVRO “LIBERTAÇÃO” – ANDRÉ LUIZ/CHICO XAVIER POR DR. INÁCIO FERREIRA

No desdobramento do capítulo III – “Entendimento” –, André Luiz nos traz impressionantes revelações, qual, por exemplo, a materialização de espíritos no Plano Espiritual (destacamos). Realmente, apenas semelhante detalhe faz uma enorme diferença, de vez que, por dedução, podemos concluir que o Mundo Espiritual é constituído por múltiplas Dimensões, e que os espíritos desencarnados, habitantes do Plano imediato à Crosta Terrestre, também estão rodeados por uma “população” invisível aos seus sentidos.

Os mais diversos Planos Espirituais, ou Planetas Espirituais, se interpenetram, ou, caso prefiram, conectam-se, com a matéria mais rarefeita de uns permeando a matéria mais concreta de outros.

 

André narra, com minúcias, uma sessão de materialização ocorrida em “gracioso templo” do Mundo Espiritual, com a presença de “doadores de fluidos”, ou seja, de médiuns de ectoplasmia – sim, de ectoplasmia no Além!…

 

Permitam-nos a indagação:o fenômeno de ectoplasmia no Mundo Espiritual, ou de materialização temporária de espíritos habitantes de superior Dimensão, não lhes parece endossar a tese da Reencarnação no Mundo Espiritual?! Se os espíritos, habitantes de Dimensão Mais Alta, para fazerem-se perceber nas Dimensões Espirituais inferiores, carecem de se materializar temporariamente, não careceriam de reencarnar, caso “descessem” para a execução de uma tarefa que nelas lhes exigisse um tempo de permanência mais longo?!…

✉ Fique Atualizado!



Rádio On-line Vivência Espírita

A narrativa de André Luiz não deixa margem a qualquer dúvida: “Os doadores de energia radiante, médiuns de materialização em nosso plano, se alinhavam, não longe, em número de vinte.”

 

Em seguida, ele descreve a liberação do ectoplasma e a materialização do espírito de uma mulher: “Esbranquiçada nuvem de substância leitosa-brilhante adensa-se em derredor e, pouco a pouco, desse bloco de neve translúcida, emerge a figura viva e respeitável de veneranda mulher.”

 

Voltamos a insistir: como os espíritas estudiosos podem aceitar o fenômeno da materialização no Mundo Espiritual descrito por André Luiz, e negar a reencarnação no Mundo Espiritual, quando, conforme sabemos, a reencarnação nada mais é que uma materialização do espírito sobre a Terra, em tempo de maior duração?!…

 

Após a materialização da referida senhora que viera de encontro a duas filhas, encorajando-as nas lutas da evolução, André começa a narrar a materialização de Matilde, mãe de Gregório, personagens centrais do livro “Libertação”.

 

Matilde dirigindo-se, particularmente, a Gúbio, lhe diz: “Irmão Gúbio, agradeço-te o concurso dadivoso. Creio haver chegado, efetivamente, o instante de aceitar-te a ajuda fraterna, em favor da libertação de meu infortunado Gregório. Espero, há séculos, pela renovação e penitência dele.”

 

Quantas lições preciosas! Sim, por vezes, necessitamos de esperar séculos pela oportunidade de aproximação daqueles que mais amamos, com o intuito de libertá-los… Gregório havia sido o Papa Gregório IX, nascido em 1145, em Anagni, Itália. Chamava-se, então, Ugolino Conti. Fora ele o organizador da Inquisição Pontifícia, e, por ironia, um grande admirador de Francisco de Assis, que ele próprio canonizara dois anos após a desencarnação do Poverello.

 

Quanto se desviara!…

 

INÁCIO FERREIRA

 

Uberaba – MG, 17 de setembro de 2018.

 

Fonte: http://inacioferreira-baccelli.blogspot.com/2018/09/xvii-reflexoessobre-o-livro-libertacao.html

Antonio Nazareno FavarinDr. Inácio Ferreira
Blog do Dr. Inácio Ferreria mantido pelo medium Carlos A. Baccelli
Site Oficial: Mediunidade na Internet
---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------