PONTO DE VISTA

Vida…o que é vida? Por André Luiz Villar

Vida eis o bem mais precioso que Deus poderia nos dar.

O intuito da mensagem de hoje é mostrar o quanto a vida é uma benção, mesmo que muitas vezes nós deixamos as margens das reclamações, das lamentações, das queixas e das irritações gratuitas.

Para nós que somos adeptos do espiritismo não podemos mais menosprezar a vida, nem mesmo dar margens as indagações que não nos levaram a lugar algum, em vez de olharmos as dificuldades porque não olharmos as bênçãos que são muito maiores.

Encontrei em Chico Xavier que é um sábio por excelência uma frase muito interessante “Gostaria de dizer para você que viva como quem sabe que vai morrer um dia, e que morra como quem soube viver direito”, complicamos muito a vida, criamos muitos problemas onde não existem, criamos muitas dificuldades que não deveriam existir.

Mas como dar importância para a vida sendo que ainda achamos que Deus é injusto para conosco?

Convido a todos nesse momento para ampliarmos nossos horizontes, vermos mais além e para isso precisamos o mais rápido compreender a reforma íntima, para que a partir dai possamos de fato entrarmos na verdadeira vida, pois viver não é apenas e tão somente nos alimentarmos, mantermos uma família, criarmos os filhos, trabalharmos profissionalmente e espiritualmente, viver vai muito além de tudo isso, vivemos em interação com outras dimensões.

Quando falamos que vivemos em interação com outras dimensões é baseado nas explicações dadas pelo espíritos amigos ao nosso codificador Allan Kardec quando eles nos afirmam que os espíritos nos influenciam mais do que imaginamos.

Esta influência pode ser tanto positiva quando negativa, vai depender do teor de nossos pensamentos, de nossas conversas, de nossa postura mediante as adversidades da vida, portanto quem escolhe os espíritos que estarão do nosso lado somos nós mesmos.

Dalai Lama, por quem tenho um carinho e um profundo respeito pelo seu trabalho, tem uma frase que se encaixa nesse contexto quando ele nos diz “Viva uma vida boa e honrada. Assim, quando você ficar mais velho e pensar no passado, poderá obter prazer uma segunda vez”, todos os nossos atos tem consequências naturais, precisamos o mais urgente possível viver neste momento pensando em cada ato, em cada pensamento, para que possamos no amanhã colhermos as alegrias que tanto sonhamos.

✉ Fique Atualizado!



Rádio On-line Vivência Espírita

Como colhermos algo se ainda não plantamos?

Como exigirmos algo se não fizemos por merecer?

Neste contexto se encaixa também a alegria quando William Shakespeare nos diz “A alegria evita mil males e prolonga a vida”, como é agradável convivermos com uma pessoa otimista, alegre, feliz, e como é difícil convivermos com uma pessoa, pessimista e descontente.

A ciência em seus estudos vem provando a necessidade de cuidarmos de nossa vida mental, matéria essa trabalhada tão bem no livro “No Mundo Maior” psicografado pelas mãos abençoadas de Chico Xavier ditado pelo Espírito de André Luiz, quando Calderaro benfeitor daquela obra nos ensina que a mente humana não deixa de ser uma vida dentro da vida.

No livro ”O Evangelho Segundo o Espiritismo” iremos encontrar no capitulo IX “Bem aventurados os Mansos e Pacíficos” no seu item VII “A Paciência” quando o espirito Amigo afirma “que a dor é uma benção que Deus envia a seus eleitos”, essa frase no primeiro momento parece ser algo fora do contexto porém se analisarmos bem ela está perfeitamente condizente com o que encontramos nas leis divinas ou naturais, as dificuldades vem ao nosso encontro com a finalidade de nos mostrar as matérias que temos necessidade de corrigir e melhorar.

Paulo, o apostolo da gentilidade, afirmava em sua época “O plantio é livre mas a colheita tornar-se-á obrigatória” reflitamos por alguns instantes a respeito dessa temática, temos o livre arbítrio mas temos também uma lei sabia do nosso lado que conforme o que fazes seremos responsáveis por elas.

A receita para vivermos bem aqui na Terra é compreendermos quando João 14:6 transcreve as palavras de Jesus “Eu sou o caminho, a verdade e a vida” Jesus é nosso modelo e guia.

Resumindo tudo que escrevemos até o momento viver é simples, certa feita Chico Xavier deu uma resposta muito interessante quando ele afirma “que o homem mais feliz é aquele que possui menos necessidades”, portanto temos de despojar de nossas necessidades que só vem nos prendendo ao homem velho.

E para fazer a reforma intima é tão fácil segundo Jesus no livro “Jesus no Lar” ditado pelo Espírito de Néio Lucio recebido pelo Médium Chico Xavier é apenas limparmos nosso vaso interior, limpar nossos pensamentos, reciclarmos o modo de vermos a vida, pautarmos a vida no bem de todos, e seguirmos os dois mandamentos deixados por Jesus quando ele nos diz “Mas os fariseus, quando ouviram que Jesus tinha feito calar a boca dos saduceus, juntaram-se em conselho. E um deles, que era doutor da lei, tentando-o, perguntou-lhe: Mestre, qual é o maior mandamento da lei? Jesus lhe disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, este é o maior primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Estes dois mandamentos contêm toda a lei e os profetas. (Mateus, 22: 34-40)”.

O amor é o caminho, vamos amar!!!

André Luis Chiarini Villar

Adicionar Comentário

clique aqui para deixar um comentário