ARTE DE ESCREVER BEM

Vamos Praticar Pontuação? por Antonio Nazareno Favarin

Apresentamos, abaixo, como desafio, seis períodos sem pontuação. Virgule-os, convenientemente, segundo as regras apresentadas nas últimas cinco semanas e, após, confira as respostas abaixo.

  1. Nessas últimas cinco semanas estudamos minuciosa e cuidadosamente o tema sobre pontuação atendo-nos exclusivamente ao uso correto da vírgula num período. (Dica: podem ser usadas, aqui, sete vírgulas).
  2. “Vinho fruta compotas. Comíamos é verdade mas era um comer virgulado de palavrinhas doces de olhares ternos” (Machado de Assis, Memórias Póstumas de Brás Cubas, 198). (Dica: cinco vírgulas).
  3. Caros companheiros para haver melhor entendimento e também devido à sua importância abordaremos aqui mais alguns itens sobre este assunto. (Dica: seis vírgulas).
  4. Não se usa vírgula entenda entre o sujeito e o verbo qualquer que seja a extensão do sujeito e tampouco entre o verbo e os objetos direto e indireto. (Dica: cinco vírgulas).
  5. Pontuar é sinalizar gramatical e expressivamente um texto. O emprego inadequado de uma vírgula pode não só prejudicar mas até alterar o seu sentido. Cumpre pois utilizar com precisão tal sinal. (Dica: cinco vírgulas).
  6. Além de sua função linguística a pontuação tem uma utilidade social: um texto malpontuado é de acesso difícil e em geral deixa no leitor uma penosa impressão de ignorância ou de desleixo daquele que o escreveu e dar de si uma tal impressão pode ter repercussões negativas na vida prática. (Dica: cinco vírgulas).

✉ Fique Atualizado!



Rádio On-line Vivência Espírita

RESPOSTAS

  1. Nessas últimas cinco semanas, estudamos, minuciosa e cuidadosamente, o tema sobre pontuação, atendo-nos, exclusivamente, ao uso correto da vírgula, num período.
  2. “Vinho, fruta, Comíamos, é verdade, mas era um comer virgulado de palavrinhas doces, de olhares ternos” (Machado de Assis, Memórias Póstumas de Brás Cubas, p. 198).
  3. Caros  companheiros,  para  haver  melhor  entendimento  e,  também,  devido  à  sua importância, abordaremos,  aqui,  mais  alguns  itens  sobre  este
  4. Não se usa vírgula, entenda, entre o sujeito e o verbo, qualquer que seja a extensão do sujeito e, tampouco, entre o verbo e os objetos direto e indireto.
  5. Pontuar é sinalizar, gramatical e expressivamente, um texto. O emprego inadequado de uma vírgula pode não só prejudicar, mas até alterar o seu sentido. Cumpre, pois, utilizar com precisão tal sinal.
  6. Além de sua função linguística, a pontuação tem uma utilidade social: um texto malpontuado é de acesso difícil e, em geral, deixa no leitor uma penosa impressão de ignorância ou de desleixo daquele que o escreveu e, dar de si uma tal impressão, pode ter repercussões negativas na vida prática.

 

Antonio Nazareno FavarinAntonio Nazareno Favarin
Professor de Português, Revisor de livros de São José dos Campos-SP.
---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------

Adicionar Comentário

clique aqui para deixar um comentário