ARTE DE ESCREVER BEM

“Tons Pastéis” ou “Tons Pastel” por Antonio Nazareno Favarin

Correto: tons pastel.

Comentário: em primeiro momento, parecem-nos estranhas essas duas palavras: tons pastel, declinadas uma no plural e outra no singular, resultando uma construção correta. Nessa acepção, veremos que impera a lógica e, por isso, nosso idioma é eclético, majestoso e encanta-nos.

Analisando os termos acima: “tons pastel”, verificamos que são dois substantivos e, nisso, a regra determina: quando as palavras que atribuem cores a nomes forem substantivos: areia, cinza, creme, laranja, rosa, vinho, etc., esses não variam, isto é, o nome dessas cores permanece no singular.

Exemplos: – a tonalidade prevalecente das residências do Oriente é de  cores areia.

                      – os tons rosa são as cores das emoções; por isso, espiritualmente, são ligadas ao afeto, à compreensão, ao amor.

Entretanto, se as cores forem expressas por adjetivos: azul, branco, marrom, roxo, verde, vermelho etc., o plural desses adjetivos obedece à norma padrão, isto é, as cores são flexionadas, concordando em gênero e número com o substantivo.

✉ Fique Atualizado!



Rádio On-line Vivência Espírita

Exemplos: – as cores brancas, síntese de todas as cores, representam, espiritualmente: a paz, a harmonia e o estado de equilíbrio.

                  – os tons azuis representam o infinito dos céus, dão colorido às massas de água e à atmosfera.

  1. “Um dos que chegou” ou “Um dos que chegaram”?

Correto: um dos que chegaram.

                     Comentário: nesse tipo de construção verbal, a concordância faz-se no plural.

                     Exemplo: Divaldo Pereira Franco (90 anos), o semeador de estrelas, é um dos médiuns que mais atuam na Doutrina Espírita no Brasil e no mundo.

  1. “Meio Ambiente” tem ou não hífen?

                    Comentário: meio ambiente não forma uma palavra composta; portanto, não segue nenhuma regra de hifenização.

                    Exemplo: é importante cuidarmos sempre do meio abiente.

Antonio Nazareno FavarinAntonio Nazareno Favarin
Professor de Português, Revisor de livros de São José dos Campos-SP.

---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------

Adicionar Comentário

clique aqui para deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.