SINAL VERDE

Quando o silêncio é uma Prece? por Ari Rangel

Silencio é uma Prece

---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------

É conhecida entre os espíritas a frase que ficava acima da cabeça de Chico Xavier quando este psicografava: O Silêncio é prece. Não menos conhecido é o conselho que seu mentor espiritual, Emmanuel, sempre lhe asseverava:

Quando você não tiver uma palavra que edifique, cale a sua boca!

Ainda acerca da sabedoria do silêncio, vamos encontrar sua recomendação profilática em várias passagens da Codificação Espírita, como no O Evangelho Segundo o Espiritismo, por exemplo:

(…) Há um grande mérito, acreditai, em saber calar para que outro mais tolo possa  falar: isso também é caridade.

Saber fazer-se de surdo, quando uma palavra irônica escapa de uma boca habituada a caçoar; não ver o sorriso desdenhoso com que vos recebem pessoas que, muitas vezes erradamente, se julgam superiores a vós, quando na vida espírita, a única verdadeira, estão muitas vezes muito abaixo: eis um merecimento que não é de humildade, mas de caridade, pois não se incomodar com as faltas alheias é caridade moral”(Cap.XIII, item 9)

Como estamos agindo atualmente?

atualmenteHoje, particularmente nas redes sociais, assistimos –  assombrados – a forma como as pessoas tem se agredido, por questões de escolhas meramente políticas. Injúrias, difamações, provocações, intolerância, arrogância, proselitismo político-partidário, entre outros insultos que não cabe aqui elencar.

Antes das últimas eleições presidenciais as farpas trocadas entre os partidários de um e outro candidato eram tão flagrantes, que este último preito está sendo batizado de FLA X FLU, tamanha a sua rivalidade e violência.

O que nos motivou, entretanto, a escrever este despretensioso artigo foi o fato de ver – pasmem- amigos espíritas se digladiando como inimigos figadais em defesa de suas preferências eleitorais!

Como costuma brincar um nosso companheiro espirituoso: “chutando o Evangelho”.

E é exatamente neste particular que gostaríamos de chamar a atenção para a sabedoria do silêncio a que nos conclama a Doutrina Espírita. Será razoável, invigilantemente, desfraldarmos certas bandeiras?

Até que ponto não misturamos política-partidária com o Espiritismo?

Não foi raro vermos postagens que misturavam Kardec, Chico Xavier e outros ícones da Terceira Revelação ao lado de pedidos escancarados para votar em certos candidatos!

Não somos, de forma alguma, contrários à manifestação de quem quer que seja se posicionando politicamente.

Cada qual escolhe o que melhor lhe aprouver, mas usar, direta ou indiretamente, a tribuna espírita para a defesa de candidatos, ao nosso ver, é deprimente.

O sectarismo religioso tão combatido por nós é tão perverso quanto o político-partidário.

E por que, então, fazê-lo?! Afora os apelos, assistimos, ainda, aos compartilhamentos de imagens que execravam publicamente os candidatos, uma flagrante descaridade e descompromisso com a ética e a verdade!

Agora, mais recentemente, estamos vendo o achincalhe e a desumanidade com que estão tratando os nossos irmãos nordestinos, como se fossem seres humanos menores e medíocres.

Uns espumam ódio e rancor, enquanto outros se dirigem a eles como seres ignorantes e atrasados porque não escolheram o candidato de suas preferências, numa evidente e suposta superioridade.

Falam até em separar o país, entre norte (atrasado) e sul (evoluído). Outros ainda se declaram desejosos de deixar o país…

✉ Fique Atualizado!



Rádio On-line Vivência Espírita

E o Silêncio é uma Prece?

Silêncio é uma Prece

Voltando à sabedoria do silêncio, essa prece que quase nunca proferimos, é preciso reconhecer que ela tem o tamanho da sensatez com que às vezes, em nome da caridade precisamos adotar.

Raros de nós pedimos em prece por aqueles que nos governam.


Raros de nós consideramos que certos ou errados, eles serão cobrados pelo que fizeram ou deixaram de fazer, eles que assumiram responsabilidades que a maioria de nós não teria coragem de assumir.

Raros de nós, acreditamos, acima de tudo, na força do trabalho, da união das pessoas de boa-vontade, da cidadania colaborativa. Preferindo muitas vezes o ataque histérico e sistemático aos que estão temporariamente no poder.

Por isso, em nossa modesta opinião, seguindo os salutares conselhos dos benfeitores espirituais o silêncio, nestes casos, é sim, uma prece!

Não sejamos aqueles que se deixam levar pelo barulho que mais desconserta do que colabora.

André Luiz, o amigo de NOSSO LAR, nos concita a esta reflexão, tão evidente nos Brasil de hoje:

Não Critique, auxilie

Com a palavra, o silêncio!…

silêncio é prece

 

Ari RangelAri Rangel
Professor, médium de psicografia e trabalhador do Centro Espírita "Casa de Eurípedes" em Taubaté-SP.

---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------

---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------

2 Comentários

clique aqui para deixar um comentário

  • Ótimo artigo! Resumiu perfeitamente o cenário atual e também passou um excelente convite a reflexão e alteração de postura perante a tais situações.

    Muito obrigado por compartilhar esses ensinamentos!

  • Como foi dito acima, raros de nós oramos a Deus, pedindo que ele interceda junto aos nossos governantes! Para que eles deixem de olhar só para si mesmos, suas vaidades e ego exarcebados…faz algum tempo que não peço a Ele por isso. Boa lembrança.