Amigos do coração, que o Amor do Mestre fortaleça os nossos corações nesta data tão querida e que nos une ainda mais.

Voltamos às luzes deste lar porque sentimos, aqui, nas fibras mais íntimas do coração, o tesouro da amizade sem fronteiras…

Não há distâncias que separam aqueles que muito se amam, como nos ensina o Mestre Inesquecível, que diz que seus discípulos serão reconhecidos por muito se amarem. Talvez ainda estejamos distantes dos apóstolos ideais da Nova Revelação, todavia, já começamos a sentir em nós a necessidade da grandeza do Amor do mestre entre nós.

Sinto-me magneticamente atraído para este lar, nesta cidade tão querida, cujos vínculos com Sacramento acontecem graças aos corações amigos, aqui presentes, que tanto nos lembram a figura humilde e desvalida que ainda somos… Eis a força insopitável que aqui nos traz, no centésimo trigésimo nono aniversário do discípulo grandioso de Jesus, que sempre nos reúne.

Confesso que ainda trago limitações para este mister, mas amigos queridos e mais afeiçoados a este expediente me auxiliam a fazê-lo, como os nossos dedicados Augusto e Jair, que nos assessoram diligentemente. É que às vezes partimos da escola terrena achando que tudo seria mais fácil por termos esposado as luzes consoladoras da Terceira Revelação; mas não é bem assim! Não é pelo simples fato de termos nos consagrado por dezenas de anos no trato com a mediunidade que nos apropriamos por completo das forças que regem o correio mediúnico.

Por aqui, sobretudo, disciplina é recurso imprescindível.

Estamos, agora, em Pindamonhangaba, neste lar aprazível e amado, mas daqui a pouco voltaremos para aquela que foi nossa última morada, porque “o espírito sopra onde quer”, como sabemos, mas podemos dizer, sem medo de errar, que Sacramento e Pindamonhangaba se fundem num só santuário de luz e gratidão.

Agradeço, assim, desta sorte, aos meus muito amados amigos irmãos deste Lar de Eurípedes, na pessoa de corações tão queridos…

À pedido de nosso “tio Sinhô”, aqui estamos para abraçá-los, um a um, na figura veneranda de nosso benfeitor que nos ama.

Guardo, hoje, ainda mais, depois de ter aportado em uma “Nova Santa Maria”, a certeza absoluta de que com Jesus é muito diferente!

Com o carinho reconhecido do irmão pequenino e aprendiz de sempre,

ADOLPHO

ADOLPHO RAMOS DE ALMEIDA

Filhos do coração, que Jesus nos abençoe!

Trago, diretamente aos vossos corações, as flores perfumadas que o benfeitor querido nos pediu vos entregasse, pela lembrança carinhosa com que sempre homenageiam sua humilde pessoa.

Pede-nos, entretanto, mais uma vez, para dizer que é a JESUS quem devemos sempre reverenciar e agradecer; reconhecendo, feliz, o preito reiterado de gratidão que ofertam a ele, mas sem olvidar que é JESUS o Senhor de toda obra e para Quem devemos sempre dirigir o melhor de nossos corações.

Assim sendo, aqui estão as flores etéreas colhidas nos jardins sublimes da Casa de Eurípedes Barsanulfo, nosso apóstolo amigo.

Juntamo-nos e rejubilamo-nos com os corações queridos deste lar.

Deus vos pague!

Com o carinho da servidora menor,

AMÁLIA

AMÁLIA FERREIRA DE MELLO

Corações Amados, JESUS nos abençoe!

Chegamos até aqui pelos elos do Amor que nos une em JESUS.

Passo, ao lado de tantos companheiros, para me juntar à luz desta oração que nos faz sempre mais irmãos…

Corações se entrelaçam…

Perfumes que se espalham…

Almas que se fundem…

Uma vez mais o amigo fraterno, que sempre nos aproxima de JESUS, pediu-nos que passasse mais hoje por aqui, a fim de beijar os vossos corações em festa…

A cada um que consolardes, tereis ao vosso lado, as mãos amigas do discípulo querido de JESUS…

Deixo-vos meu ósculo fraterno!

Humildemente,

JERÔNYMA PEREIRA DE ALMEIDA

MECA

Companheiros Queridos…

Corações Euripedianos…

Espíritas irmãos…

Para quem há pouco mourejava com os irmãos, mandar a nossa humilde mensagem é uma alegria indizível , e , ao mesmo tempo, um estímulo para que todos sigamos confiantes.

A jornada, às vezes, nas hostes espiritistas, assomadas às nossas dificuldades pessoais, parece-nos difícil e insuperável, mas quando passamos para a outra margem do rio da vida, vamos compreendendo a extensão da imensa responsabilidade que nos cabe como tarefeiros da Boa Nova Rediviva.

Ah! Mas a as alegrias do servidor fiel são infinitamente maiores…

Quantos companheiros ao nosso lado, como os nossos Ávila, Pereirinha, Sebastião Martins, Amadei, entre tantos…e a nossa veneranda irmã Terezinha…

Nossos olhos, aqui marejados, expressam nossos corações repletos de alegria e gratidão. Sem palavras, irmãos amigos!…

É preciso trabalhar sem esmorecer! O benfeitor nos conclama com seus exemplos…

Agradeço a oportunidade bendita, nesta data, de poder me dirigir aos companheiros de lida.

Nada na obra do Senhor é em vão…

É o que deseja a todos o irmão que muito se alegra em Jesus por poder falar aos seus corações.

Forte abraço!

ANÍBAL (SAN MARTIN)

(Mensagens recebidas pelo médium Ari Rangel no dia 1º de Maio de 2019, no Centro Espírita “Eurípedes Barsanulfo”, na cidade de Pindamonhangaba-SP, em trabalho público).

Ari Rangel Ari Rangel
Professor, médium de psicografia e trabalhador do Centro Espírita "Casa de Eurípedes" em Taubaté-SP.
---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.