LUZ INFINITA

Peregrinação do Sepulcro por Aécio César

Haveria depois da morte física, lugares distintos onde albergariam viajantes de cultura, posição e bagagem tão diversas?

Ainda no prefácio do livro em estudos “No Mundo Maior”, escrito por André Luiz pelo lápis do saudoso Chico Xavier, Emmanuel ainda questiona a existência de lugares onde o sábio e o apedeuta poderão melhor refletir em suas questões da vida física e da vida espiritual verdadeira.

Diante de tal entendimento, vejamos o que ele mesmo nos diz a respeito: “Provavelmente estarão distanciados entre si, pela conduta individual, diante da Lei Divina…”. Nada mais que justo, não acham? Mesmo nas sombras, existem lugares específicos para esse ou aquele espírito que tenha conduta individual diferente.

Não é tão difícil assim compreendermos a citação do mentor acima mencionado. A virtude quanto o crime não podem andar juntos, porque um é luz, outro é treva; o trabalho e a ociosidade também, porque a lei do progresso impulsionará um enquanto o outro se estagnará nas voragens da preguiça; a verdade e a simulação, do mesmo jeito, porque enquanto a verdade esclarece e liberta, a simulação apenas fortalece a ignorância nos trajes de doutores da lei; a boa vontade quanto a indiferença tem prismas diferenciados porque enquanto o primeiro estimula os ensinamentos de Jesus entre os homens, a indiferença prende os incautos na intempestiva vontade de aprender sem pelos menos cultuarem o estudo principalmente sobre si mesmos.

E para completar esse meu pensamento vejamos o que ele nos diz em outra citação: “Da contínua peregrinação do sepulcro, participam, todavia, santos e malfeitores, homens diligentes e homens preguiçosos”. O túmulo é uma passagem obrigatória tanto para os bons quanto para os maus. A única diferença é que, passando pelo seu portal, uns serão dirigidos para onde melhor se aclimataram com a luz, enquanto que outros se confundirão nas brumas sinistras criadas por pensamentos inferiores e obscuros.

Como podemos analisar aqui, mesmo nas regiões sombrias existem separação de pensamentos aqueles mais arraigados nesse ou naquele delito contra a Criação do Senhor.

Creio que a própria atração é fundamentada nos sentimentos criados pelos espíritos, para a luz ou para a sombra sinistra. Nada mais que natural, porque Deus não tem favoritismo na Sua criação e nem mesmo passa a mão na cabeça desse quanto aquele filho, principalmente aquele que lhe deve correção e mais obediência. Creio ter sido bem compreendido, não acha Leitor Amigo?

Ari RangelAécio Emmanuel César
Médium de psicografia desde 1990, tarefeiro espírita na cidade de Sete Lagoas/MG.

---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------

Adicionar Comentário

clique aqui para deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.