ARTE DE ESCREVER BEM

Importância dos Dois Pontos por Antonio Nazareno Favarin

Os dois pontos caracterizam, na escrita, uma sensível suspensão da voz de uma frase não concluída, ou seja, é um sinal que é utilizado:

a) antes de uma citação (geralmente, depois dos verbos “dizer”, “responder” e “perguntar”).

Exemplo: Jesus, nosso Mestre, Modelo e Guia, disse-nos: “não queirais julgar, para que não sejais julgados; pois, com o juízo com que julgardes, sereis julgados…” – confirmação inequívoca da Lei Universal de Causa e Efeito (Ação e Reação), que nos confirma, matematicamente, a colheita de nossa semeadura.

b) antes de uma enumeração.

Exemplo: “os meios legítimos de adquirir fortuna são três: trabalho, ordem e economia.”

c) antes de uma explicação.

Exemplo: a verdadeira causa dos confrontos bélicos é esta: os homens se esquecem do Decálogo.

d) depois de invocações.

Exemplo: prezado amigo: “na dúvida, abstém-te” – Allan Kardec.

e) depois de “a saber”, “tais como”, “exemplo”.

Exemplo: eu tenho onze tesouros, a saber: uma esposa, três filhos, um genro, duas noras e quatro netos (três meninos e uma menina).

f) depois de “nota” e “observação”.

Observação: nos itens a, b, c, d, e, após a palavra “exemplo”, foram usados, corretamente, os dois pontos, conforme enunciado no item “e”.

✉ Fique Atualizado!



Rádio On-line Vivência Espírita

PONTO FINAL

Emprega-se o ponto final para encerrar um enunciado escrito e, também, depois de qualquer palavra escrita abreviada.

Exemplos: V. S.ª = Vossa Senhoria.

    E. S. E. = Evangelho Segundo o Espiritismo.

Observação: não usamos o ponto final nas abreviaturas: h (hora); min (minuto); s (segundo) = (18h15min12s); m (metro); cm (centímetro); ml (milímetro); kg (quilograma); g (grama); l (litro); ha (hectare); nas siglas PM (Polícia Militar); HC (Hospital das Clínicas); ISS ou ISSQN (Imposto Sobre Serviços ou Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza); INSS (Instituto Nacional do Seguro Social); ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e nas datas (2017 – 2018…).

“Não te empolgues exageradamente com o que já conheces; porquanto, tudo quanto o homem conhece na atualidade não passa da primeira letra do alfabeto da Sabedoria, que está aprendendo a soletrar. No Universo, tudo espera, inclusive Deus”. Do livro: “Pai, Perdoa-lhes” – C. A. Baccelli.

Antonio Nazareno FavarinAntonio Nazareno Favarin
Professor de Português, Revisor de livros de São José dos Campos-SP.

---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------

Adicionar Comentário

clique aqui para deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.