ARTE DE ESCREVER BEM

Importância do Uso das “Aspas” por Antonio Nazareno Favarin

As aspas ou vírgulas dobradas em pares, representadas pelos sinais (“   ”), servem para destacar um texto ou alguma parte dele, distinguindo-o do restante, num período. As aspas são usadas:

a) Antes e depois de citações (palavras ou frases) ou transcrições de outros textos para fazê-los sobressair.

Exemplos:     – Não podemos usar o pronome eu regido de preposição.

– O lema do governo JK era: cinquenta anos em cinco.

É preferível rejeitar dez verdades que aceitar uma só mentira – Espírito Erasto, em “O Livro dos Médiuns.

b) Para realçar palavras ou expressões não peculiares à linguagem normal.

Exemplos:     – Durante  a  palestra, foram  projetados  alguns  slides sobre acidentes do trabalho.

– Ele usou um short azul e foi jogar futebol na praia.

c) Para destacar palavras usadas em sentido irônico.

Exemplos:        – Ela é muito assídua: na semana passada, só veio trabalhar duas vezes.

    – Ele ficou alegre com a visita da sogra.

d) Para salientar títulos de livros, revistas, jornais, filmes etc.

    Exemplos:        – Jorge Amado escreveu Tocaia Grande.

                         – Allan  Kardec, na Questão 1, em O  Livro  dos  Espíritos,  escreve: O  que  é Deus? Resposta da Espiritualidade: Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas.

✉ Fique Atualizado!



Rádio On-line Vivência Espírita

Observação importante: qual o critério a ser seguido, numa sentença com aspas e ponto final?  Aspas e ponto ou Ponto e aspas?

As instruções oficiais rezam que se coloquem aspas:

a) antes do ponto final, quando a citação entre aspas é a continuação da frase; isto é, encerra apenas uma parte da proposição.

Exemplo:        em 05/10/88, Ulysses Guimarães, no encerramento da Assembleia Constituinte: Declaro promulgado o documento da liberdade, da democracia e da justiça social do Brasil.

b) depois do ponto final, quando as aspas abrangem todo o período, frase ou citação.

Exemplo:        Deus é eterno, imutável, imaterial, único, todo-poderoso, soberanamente justo e bom.

Assista, no YOUTUBE, em 9 min, à palestra VISÃO ESPÍRITA DO BATISMO, de Raul Teixeira – prof. da Universidade Federal Fluminense, autor de diversas obras, palestrante renomado e fundador da Obra Assistencial “Remanso Fraterno”, em Niterói, que atende a milhares de crianças e famílias carentes.

Antonio Nazareno FavarinAntonio Nazareno Favarin
Professor de Português, Revisor de livros de São José dos Campos-SP.

---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------

Adicionar Comentário

clique aqui para deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.