LUZ INFINITA

Herdeiros da Eternidade por Aécio César

Será possível ascender a planos mais superiores, sem o aprendizado em que a sabedoria e o amor nos convoca no campo da reforma íntima? Decerto que sem esses dois pilares do conhecimento, difícil estabelecer novos limítrofes entre a vida passageira num corpo físico e a vida imperecível do espírito imortal.

É fato que Emmanuel no prefácio do livro “No Mundo Maior”, poderemos melhor analisar o trabalho fantástico de André Luiz pelo lápis do médium Chico Xavier. Vejamos essa citação:

“A missão de André Luiz é, porém, a de revelar os tesouros de que somos herdeiros felizes na Eternidade…”.

Devemos reconhecer que não foi fácil para ambos protagonistas, trazer a lume revelações que ainda mexem com o orgulho de muitos patrícios religiosos.

Não é fácil reestruturar sanções religiosas trazidas e alimentadas desde os nossos antepassados.

A Vida Eterna não se intimida pelo fato de que milhares de almas passageiras em um mundo de caos moral, não acredita na sua existência. A morte lhe trará, com certeza, essa realidade. A Eternidade no seu amplo aspecto de tempo-espaço assusta e retrai muitas almas em seu pequenino mundo limitado e circunscrito.

A Verdade em seu amplo aspecto interrogativo e explanatório não coaduna com dúvidas malsã nem mesmo reproches desse ou daquele que ainda acredita que o Além é apenas névoa esvoaçante onde a eternidade se compacta em tubos de ensaios onde responsáveis por sua vez a libera segundo as vontades desse ou daquele espírito ocioso e sem diretivas de elevação.

Não. A Verdade é plena e nela estamos todos envolvidos. Nada sabemos ainda das comunidades estelares. Muitos estão procurando fazer contato não para aliar com irmãos nossos de outras galáxias, mas para extirpá-los como se faz com os nossos irmãos inferiores.

Não temos ainda capacidade de compreender certas realidades espirituais, porque somos neófitos da própria carne e nela – em ilusão – vivemos e morremos uma única vez. Utopia essa inaceitável diante da Perfeição Augusta de Deus.

O Espírito foi criado para auxiliar o Criador na Sua infinita criação. Tendo Jesus como protótipo de Espírito Perfeito que já pisou na Terra, temos o mesmo desiderato desde que, já, nos propormos a reforma íntima indispensável ao próprio crescimento espiritual. Vamos analisar melhor o nosso comportamento ante a convivência com o semelhante. Tendo capacidade de raciocínio quanto ao “conheça-te a ti mesmo” teremos como beneplácito a compreensão do mecanismo cósmico que nos impulsiona sempre para frente e para o Alto. Estamos de acordo, Leitor Amigo?

Ari RangelAécio Emmanuel César
Médium de psicografia desde 1990, tarefeiro espírita na cidade de Sete Lagoas/MG.

---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------

Adicionar Comentário

clique aqui para deixar um comentário