PONTO DE VISTA

Espiritismo com Jesus por André Luiz Villar

Estou recebendo e-mails de pessoas amigas (e até de fora do Brasil) me perguntando a respeito sobre a visão de Jesus no meio Espírita Cristão – como o Espiritismo o entende?

É a respeito dessa questão que iremos expor nosso pensamento a respeito. Quando estudamos com afinco “O Livro dos Espíritos”, de Allan Kardec, vamos nos deparar com a pergunta 625: “Qual o tipo mais perfeito que Deus ofereceu ao homem para lhe servir de guia e de modelo?”

Observemos bem que Allan Kardec, nosso Codificador, pergunta qual o tipo mais perfeito que Deus nosso pai nos ofereceu para que nós sigamos. E a Espiritualidade Superior nos responde: “VEDE JESUS”. Jesus é, portanto, nosso modelo de perfeição moral e intelectual.

Quando Ele encarnou em nosso plano ele já possuía o titulo de “CRISTO”; Ele participou da formação do nosso planeta já na condição de “Nosso Governador Espiritual”, segundo Emmanuel, através das mãos abençoadas de Chico Xavier, nos esclarece no livro “A Caminho da Luz”.

Infelizmente no meio espírita, por vezes não damos a Nosso Senhor Jesus Cristo o devido valor que Ele merece. Espiritismo é sim Ciência e Filosofia, mas também é Religião. E infelizmente não se dá esse título à Doutrina.

Quando vamos ver no dicionário o significado de “RELIGIÃO”, encontraremos “1. Culto prestado à divindade, 2. Doutrina ou crença religiosa, 3. O que é considerado como um dever sagrado, 4. Reverência, respeito.”

“O Livro dos Espíritos” tem o intuito de tocar a razão através da lógica e do bom senso. Já o livro “O Evangelho segundo o Espiritismo” tem o intuito de tocar os nossos corações através do exemplos deixados por Jesus Cristo.

Em determinado tempo, Jesus nos deixa uma frase primorosa: “Eu sou o CAMINHO, A VERDADE E A VIDA”. Pronto, aí está o resumo de toda a sua doutrina de amor e de luz; Jesus não pertence a essa ou a aquela religião, e sim a todas as criaturas que têm nele o exemplo a ser seguido.

Já foram os séculos que lutávamos contra o bom senso, contra a razão e contra a verdade. Estamos em pleno século 21. Não podemos mais pensar apenas e tão somente no que achamos; temos para começar a analisar o que realmente é Espiritismo, e para mim Jesus esta no centro do Espiritismo.

E vou mais longe, dizendo: se tirarmos Jesus no Espiritismo, nossa doutrina não passará de mais um conceito teosófico e exotérico, mas quando compreendemos bem Jesus e seus ensinamentos, passaremos a ver que o Espiritismo traz a lume as grandes verdades que os grandes iniciados do antigo Egito já sabiam; igualmente os grande sábios gregos, os velhos profetas do Antigo Testamento, isso tudo culminando na vinda do próprio Cristo, passando por tudo que passou, para nos legar o exemplo.

Infelizmente, algumas obras de Chico Xavier estão caindo no anonimato. Gostaria de destacar duas: “Boa Nova”, ditado pelo espírito de Humberto de Campos, e “Jesus no Lar”, ditado por Neio Lucio. Nessas duas obras, veremos Jesus na intimidade com os apóstolos; o início do Evangelho no lar na casa de Simão Pedro, e histórias lindíssimas. Vale conhecê-las.

Precisamos ler mais as obras de Allan Kardec e de Chico Xavier. Não podemos mais perder tempo na ociosidade e na inércia; precisamos estudar e acima de tudo, procurar gradativamente ir colocando em prática os ensinamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo…

Encerro com um dos ensinamentos mais belos de Jesus: “Amai-vos uns aos outros, como vos tenho amado”.

André Luis Chiarini Villar

Adicionar Comentário

clique aqui para deixar um comentário