DESTAQUE MÚSICAS ESPIRITUAIS

Cancioneiros do Infinito

Os Cancioneiros do Infinito são músicos, artistas, políticos, esportistas, conhecidos e desconhecidos, que, do plano espiritual, enviam suas mensagens a terra.

O trabalho dos Cancioneiros, cujo diretor é o maestro Carlos Gomes, é provar a imortalidade da alma e a continuação do desenvolvimento dos seus talentos na evolução ascensional. Mostram também a finalidade da música como irradiadora de energia curadora, representante fiel da harmonia móvel e vibrante, em volta da qual gravitam todas as artes centralizadas por sua linguagem universal. Sua atuação no equilíbrio da personalidade e na pacificação da psique humana traduz-se em instrumento seguro de discernimento e elevação.

Equipe de trabalho do Cancioneiros do Infinito
Equipe de trabalho do Cancioneiros do Infinito

Quem nos apresenta esses Cancioneiros é a Pedagoga, poetisa, musicista e artista plástica Marisa Cajado. Espírita desde adolescência é uma médium ostensiva que, desde que se deu conta dela mesma, já se comunicava intuitivamente com seres de outra dimensão.

Os Cancioneiros do Infinito são autênticos irradiadores da energia do amor. A mensagem a seguir recebida por Marisa Cajado mostra poeticamente quem são eles.

Quem Somos

Estamos noutra dimensão
E temos comum missão
Com a música no ar.
Que na alma faz guarida
Embalando o dom da vida
No aprendizado do amar.

A música que passa breve
Deixando uma brisa leve
Por nosso ser a soprar.
Desencadeando acordes
Para que o ser acorde
E retome seu lugar.

De filho da Criação
Tendo como nação
O país eternidade
Mesmo plasma divinal
Unidade universal
Única e real verdade.

Sentindo que é muito maior
E que tem o dom do amor
E foi de amor formado
Para que encontre o caminho
Retornando ao seu ninho
Liberto e regenerado.

Entre os Cancioneiros, estão grandes nomes da música, como: Carlos Gomes, Ary Barroso, Carlos Gardel, Cartola, Dolores Duran, Adoniran Barbosa, Catulo da Paixão Cearense, Patativa do Assaré, Pixinguinha, Jacó do Bandolim, Sérgio Bitencourt, Vinícius de Moraes, Luiz Gonzaga, Gonzaguinha, Lamartine Babo, Maysa, Noel Rosa, Elis Regina, Raul Seixas, Tinoco, Leandro, e muitos outros. Suas canções estão impregnadas de ensinos profundos e reveladores. Enquanto alguns retratam sua atual condição, outros passam recados de alerta para o aproveitamento de nossa jornada terrena.

querocantar
Marisa Cajado – A cancioneira em ação

Admiro muito o potencial mediúnico de Marisa Cajado, pois para captar as mensagens destes gênios, ela dever ter sido muito bem preparada antes de reencarnar, e, consequentemente, sua bagagem anímica também deve ser genial.

Marisa diz que sua mente escuta, sua alma sente e suas mãos executam as músicas nos teclados ou nas cordas do violão, conforme ela vem chegando. Recebe, na maioria das vezes, as maravilhosas melodias em questão de minutos. Muitas vezes, para construir uma música, acessa múltiplas mediunidades, como vidência, intuição e psicografia. Foi o caso do primeiro contato que teve com o espírito do compositor Sergio Bitencourt. Ela conta que, durante a noite, sonhou com um olhar verde e, no outro dia, sentia como se aqueles olhos verdes estivessem em sua companhia. Na parte da tarde, ao retornar para casa, sentiu um impulso forte para tocar. Tomou assento, preparou o gravador e suas mãos executaram uma linda melodia. Em seguida a letra veio a sua mente, ela anotou, e, no final, suas mãos assinaram: Sérgio Bitencourt. Este fato aconteceu em março de 1987, e inaugurou o primeiro contato de Marisa Cajado com os compositores conhecidos.

Marisa é um exemplo de dedicação e desenvolve com galhardia o seu mandato mediúnico. Todos podem se deliciarem com este trabalho de Marisa acessando sua página na internet: www.marisacajado.com. Lá encontraremos a biografia desta grande mulher, porta voz da canção dos Espíritos. Visitem o site, tenho certeza que irão me agradecer por esta dica.

Dentre tantas músicas que Marisa recebeu dos Cancioneiros do Infinito, uma me tocou bastante, trata-se da música “Convite”, que até o momento não se sabe qual foi o Cancioneiro que a compôs. Esta música já foi gravada no CD Amor Além na voz maravilhosa de minha amiga Célia Tomboly. Observem a letra:

Convite

Reproduzir

Por entre os raios do luar, há uma força a caminhar
Com sua luz a iluminar, com seu amor a irradiar
Ouça esta voz a ecoar, lá nas entranhas do seu ser
A sussurrar oh! filho meu, escuta o que eu lhe vou dizer
Sou eu que venho aqui, sou eu a esperar
Seu eu a lhe chamar, sou eu sempre a amar
Sou eu que estou aqui, querendo lhe abraçar
Se um dia lhe perdi, torno aqui pra lhe encontrar
Vem, vem filho meu, vem agora me acompanhar
Se na vida se perdeu, já é tempo de se encontrar
Sou eu meu amigo, vem caminhar comigo

Esta música que, num primeiro momento, parece ser tão simples, é constituída de grande mensagem redentora. O mensageiro está se dirigindo a toda humanidade, nos lembrando da bondade divina e, ao mesmo tempo, nos conclamando a retomar o caminho que nos levará novamente aos braços do Pai. Quantas vezes escutamos este chamado interior nas entranhas de nosso ser? A mensagem é de grande importância para refletirmos o momento atual que atravessamos, pois, se estamos entrando numa fase de regeneração, é hora de mudarmos os nossos procedimentos e seguir lado a lado com Jesus, que é nosso modelo e guia.

marisauniverso
Marisa Cajado e o Universo Inifnito

Para mim esta mensagem musical, ditada pelos Cancioneiros em 1987, é um recado a todos sobre a instalação definitiva da transição do homem na terra.

A importância da música destes Cancioneiros continua viva como nunca e pode continuar influenciando positivamente a todos, pois, ao passarem para a outra dimensão de vida, agora através da ética, retratam a moral do plano mais esclarecido, continuando seu compromisso. Com a consciência espiritual alargada enxergam a vida em outra profundidade, pois seus valores mudaram.

O retorno dos cancioneiros através da música é importantíssimo, pois vem mostrar à humanidade o quanto é importante o desenvolvimento da moral cristã pregada pela doutrina espírita.

Fontes:
Livro – Músicas Espirituais – como acontecem – autor: Jorge Reis;
Livro – Marisa Cajado e os Cancioneiros do Infinito, volumes I e II; e
Fotos do Site: – www.marisacajado.com
 

Publicações relacionadas:

 

comentarios

---------- Publicidade ---------- ---------- Publicidade ----------

Adicionar Comentário

clique aqui para deixar um comentário